MEC estuda transferir professores e funcionários da Gama Filho e da UniverCidade

14 de janeiro de 2014

Educação



MEC estuda transferir professores e funcionários da Gama Filho e da UniverCidade
http://agenciabrasil.ebc.com.br/noticia/2014-01-14/mec-estuda-transferir-professores-e-funcionarios-da-gama-filho-e-da-univercidade
Jan 14th 2014, 19:48

Mariana Tokarnia

Repórter da Agência Brasil
Brasília - O Ministério da Educação (MEC) estuda uma forma de transferir também os professores e funcionários administrativos da Universidade Gama Filho e da Centro Universitário da Cidade (UniverCidade), ambas geridas pelo Grupo Galileo, no Rio de Janeiro. A medida é inédita e a pasta avalia a viabilidade jurídica de executá-la. Segundo nota divulgada pela mantenedora, são 1,6 mil professores e mil funcionários administrativos ligadas às instituições.
Com o descredenciamento anunciado ontem (13) pelo MEC, os estudantes passarão por um processo de transferência assistida. O secretário de Regulação e Supervisão da Educação Superior, Jorge Messias, explica que os docentes integram a comunidade acadêmica e têm uma relação trabalhista com a mantenedora.
"O ministério estuda uma possibilidade, alguma forma de contemplá-los em uma eventual transferência", disse Messias. "Não há garantia, não há segurança, pois existem limites legais para a transferência de docentes, mas é uma possibilidade que o ministério está estudando: contemplar, se possível, os professores e administrativos".
O descredenciamento ainda cabe a interposição de recurso, o que o Grupo Galileo informou que fará. Até o início da tarde de hoje (13), no entanto, o grupo ainda não havia entrado com recurso no MEC, conforme informou Messias.
As polêmicas que envolvem a Gama Filho e a UniverCidade começaram em 2012, quando o MEC instaurou um processo de supervisão a partir de denúncias de irregularidades, deficiências acadêmicas e insuficiência financeira relacionadas ao início da gestão do Grupo Galileo.
No início de 2013, com o processo em curso e a assunção de novos controladores do Grupo Galileo, a crise nas instituições se agravou com a deflagração de greve de professores, de funcionários e de estudantes por falta de pagamento dos salários e precarização das condições de oferta em ambas instituições.
Diante do descumprimento por parte da mantenedora do Termo de Saneamento de Deficiências acordado, o MEC instaurou, em dezembro de 2013, processo administrativo para aplicação de penalidades, com prazo de 15 dias para a defesa. Apresentada a defesa, o ministério analisou a manifestação e os demais elementos constantes da supervisão e concluiu pelo descredenciamento de ambas as instituições com o objetivo de preservar o interesse dos estudantes e da sociedade por uma educação superior de qualidade.

Edição: Fábio Massalli
Todo o conteúdo deste site está publicado sob a Licença Creative Commons Atribuição 3.0 Brasil. Para reproduzir as matérias é necessário apenas dar crédito à Agência Brasil



You are receiving this email because you subscribed to this feed at https://blogtrottr.com

If you no longer wish to receive these emails, you can unsubscribe here:
https://blogtrottr.com/unsubscribe/95K/xZcYkX

Espalhe:

Comentário(s)
Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...


Explore o MAXX

Notícias
Nacional

Internacional
Finanças
Política
Justiça
Segundo Caderno
Esportes


Educação
Inovação

Serviços
Barra de Ferramentas

Buscador
Previsão do Tempo
Tradutor
Viagens

Entretenimento
Cultura

Famosos
MAXX FM
Música
Sobre Rodas
Stations (Busca Rádios)

Estilo de vida
Homem

Mulher

Chat
Amizade

Encontros
Livre
Paquera
Sexo (+ 18 anos)
Webmasters
Outras salas

Fale conosco
Atendimento Virtual
Avalie-nos
E-mail

Fone Fácil
Fórum
Reclame Aqui
Redes Sociais

Copyright 2008 - 2017 © Ouni - Todos os direitos reservados.
"O uso desse website significa que você aceita os Termos de Uso e a Política de Privacidade, em especial no que tange ao uso de cookies."

Informações Importantes | Política de Privacidade | Termos de Uso

Vá para o Ouni