FNDE adia prazo para renovação semestral de contratros do Fies

31 de outubro de 2013

Educação



FNDE adia prazo para renovação semestral de contratros do Fies
http://agenciabrasil.ebc.com.br/noticia/2013-10-31/fnde-adia-prazo-para-renovacao-semestral-de-contratros-do-fies
Oct 31st 2013, 17:28

Mariana Tokarnia

Repórter da Agência Brasil
Brasília – O Fundo Nacional de Desenvolvimento da Educação (FNDE) adiou para o dia 31 de dezembro o prazo para a renovação semestral dos contratos de estudantes do Fundo de Financiamento Estudantil (Fies). A resolução foi publicada hoje (31) no Diário Oficial da União.
O novo prazo vale para os contratos formalizados a partir do dia 15 de janeiro de 2010 até o segundo semestre de 2013. No caso de transferência integral de curso ou de instituição de ensino e de solicitação de dilatação do prazo do financiamento, os estudantes têm até o dia 30 de novembro para fazer a solicitação.
As renovações e transferências devem ser feitas por meio do Sistema Informatizado do Fies (SisFIES), disponível nas páginas eletrônicas do Ministério da Educação (MEC) e do FNDE.
O Fies é destinado à concessão de financiamento a estudantes regularmente matriculados em cursos superiores privados, com avaliação positiva nos processos conduzidos pelo MEC. O programa oferece cobertura de 50% a 100% do valor da mensalidade e juros de 3,4% ao ano. O contratante só começa a quitar o financiamento 18 meses depois de formado. Segundo a pasta, desde 2010, foram formalizados 1,1 milhão compromissos com instituições particulares de ensino. Somente neste ano foram firmados 505 mil contratos.

Edição: Fábio Massalli
Todo o conteúdo deste site está publicado sob a Licença Creative Commons Atribuição 3.0 Brasil. Para reproduzir as matérias, é necessário apenas dar crédito à Agência Brasil



You are receiving this email because you subscribed to this feed at https://blogtrottr.com

If you no longer wish to receive these emails, you can unsubscribe here:
https://blogtrottr.com/unsubscribe/95K/xZcYkX

CNI lança projeto para melhorar qualificação de trabalhadores

30 de outubro de 2013

Educação



CNI lança projeto para melhorar qualificação de trabalhadores
http://agenciabrasil.ebc.com.br/noticia/2013-10-30/cni-lanca-projeto-para-melhorar-qualificacao-de-trabalhadores
Oct 30th 2013, 16:09

Yara Aquino

Repórter da Agência Brasil
Brasília – A falta de qualificação no mercado de trabalho é uma preocupação do setor industrial. Entre os trabalhadores que estão empregados na indústria, 5,6 milhões não têm o ensino médio, de acordo com dados da Confederação Nacional da Indústria (CNI). Na busca de ampliar a capacitação, a CNI lançou hoje (30) o projeto Educação para o Mundo de Trabalho.
O projeto tem a meta de qualificar quem está prestes a ingressar no mercado de trabalho, como os jovens do ensino médio, os trabalhadores da indústria e também pessoas entre 18 e 24 anos que não estudam e não trabalham. Entre as ações estão a de disseminar informações para a orientação profissional dos jovens, elevar o nível de escolaridade e ampliar o conhecimento de inglês e português dos trabalhadores da indústria e desenvolver cursos presenciais e à distância.
A mobilização para a construção do plano foi iniciada em agosto deste ano e as federações das indústrias de todos os estados encaminharam sugestões. As ações do projeto serão desenvolvidas ao longo de 2014.
O empresário Jorge Gerdau, um dos convidados do evento, disse que a deficiência dos jovens chegarem despreparados ao mercado de trabalho começa na educação básica. "Temos que melhorar a educação básica para melhorar a educação para o trabalho. Para atingir essa educação para o trabalho precisamos, não apenas da educação técnica, mas também envolver as pessoas em um patamar de cidadania", disse.
Uma das metas do Educação para o Mundo de Trabalho é envolver empresários, pais, estudantes e professores na busca de melhorar a educação no país.

Edição: Carolina Pimentel
Todo o conteúdo deste site está publicado sob a Licença Creative Commons Atribuição 3.0 Brasil. Para reproduzir as matérias é necessário apenas dar crédito à Agência Brasil



You are receiving this email because you subscribed to this feed at https://blogtrottr.com

If you no longer wish to receive these emails, you can unsubscribe here:
https://blogtrottr.com/unsubscribe/95K/xZcYkX

Inep divulga gabarito do Enem

29 de outubro de 2013

Educação



Inep divulga gabarito do Enem
http://agenciabrasil.ebc.com.br/noticia/2013-10-29/inep-divulga-gabarito-do-enem
Oct 29th 2013, 20:25


Mariana Tokarnia

Repórter da Agência Brasil
Brasília - Os candidatos que fizeram o Exame Nacional do Ensino Médio (Enem) já podem consultar o gabarito na internet. O Instituto Nacional de Estudos e Pesquisas Educacionais Anísio Teixeira (Inep) acaba de divulgar as repostas dos cadernos de prova. A previsão era que o gabarito fosse divulgado até amanhã (30). O resultado final do exame será divulgado apenas na primeira semana de janeiro.
Mesmo com o gabarito em mãos os candidatos não conseguirão saber a nota que tiraram, porque o sistema de correção do Enem usa a metodologia da Teoria de Resposta ao Item (TRI), ou seja, o valor de cada questão varia conforme o percentual de acertos e erros dos estudantes naquele item. Assim, um item que teve grande número de acertos será considerado fácil e, por essa razão, valerá menos pontos e o estudante que acertar uma questão com alto índice de erros ganhará mais pontos por aquele item.
Nas redes sociais, durante a tarde, a ansiedade era grande: "quarta-feira chega logoo... #gabaritoenem", escreveu uma usuária do Facebook. Muitos recorreram a gabaritos extraoficiais de cursinhos ou veículos de comunicação. Alguns ficaram satisfeitos, outros, nem tanto: "Arrasada! #gabaritoenem", comentou uma usuária do Twitter.
O Enem foi aplicado no último final de semana a mais de 5 milhões de estudantes em 1,1 mil cidades em todo o país. No primeiro dia (26), eles responderam a 90 questões a questões de ciências humanas (história, geografia, filosofia e sociologia) e de ciências da natureza (química, física e biologia). No segundo dia (27), foram 180 questões de linguagens, códigos e suas tecnologias, matemática e suas tecnologias, além da redação.
Edição: Fábio Massalli
Todo o conteúdo deste site está publicado sob a Licença Creative Commons Atribuição 3.0 Brasil. Para reproduzir as matérias é necessário apenas dar crédito à Agência Brasil



You are receiving this email because you subscribed to this feed at https://blogtrottr.com

If you no longer wish to receive these emails, you can unsubscribe here:
https://blogtrottr.com/unsubscribe/95K/xZcYkX

Impa abre inscrição para aperfeiçoamento de professores de matemática do ensino médio

Educação



Impa abre inscrição para aperfeiçoamento de professores de matemática do ensino médio
http://agenciabrasil.ebc.com.br/noticia/2013-10-29/impa-abre-inscricao-para-aperfeicoamento-de-professores-de-matematica-do-ensino-medio
Oct 29th 2013, 18:08

Akemi Nitahara

Repórter da Agência Brasil
Rio de Janeiro – Até 30 de novembro, estão abertas as inscrições para o Programa de Aperfeiçoamento para Professores de Matemática do Ensino Médio (Papmem), do Instituto Nacional de Matemática Pura e Aplicada (Impa). O objetivo do curso é aprimorar o ensino de matemática nas escolas brasileiras.
O treinamento é semestral e ocorre sempre nas férias escolares, com aulas presenciais no Rio de Janeiro e via internet em todos os estados. Segundo a coordenadora administrativa do programa, Maria Celano Maia, os cursos - que começaram a ser ministrados em 1990 -vão oferecer 5 mil vagas para o próximo módulo.
Maria diz que a deficiência no ensino de matemática é tão grave no país que afeta os cursos universitários, já que, segundo ela, a maioria dos professores que participam do curso no Impa não sabe a matéria que vai ensinar. "O que esse curso faz é rever os conteúdos do ensino médio. A gente propõe problemas para os professores reverem e treinarem esses assuntos. A gente vê que eles têm bastante deficiência nesses assuntos".
De acordo com ela, a procura pelo curso vem mais de professores do interior dos estados. O curso é gratuito e o Impa oferece ajuda de custo para transporte e alimentação, além do material didático. As aulas também podem ser acompanhadas pela internet e os cursos anteriores estão disponíveis na página do instituto (http://video.impa.br/). Podem participar professores de matemática do ensino médio e formandos do curso de licenciatura em matemática.
De acordo com a publicação Anuário Brasileiro da Educação Básica 2013, do movimento Todos pela Educação, a principal deficiência no ensino brasileiro é justamente a matemática no ensino médio.
Segundo os dados da Prova ABC de 2011, último dado disponível, que avalia os conhecimentos das crianças de 8 anos, 42,8% dos estudantes atingiram o conhecimento esperado em matemática, variando de 28,3% na Região Norte a 55,7% na Região Sul. Na comparação entre as redes de ensino, 32,6% dos estudantes de escolas públicas demostraram o conhecimento esperado, enquanto entre os de escolas particulares a proporção ficou em 74,3%.
Na Prova Brasil, avaliação aplicada pelo Ministério da Educação, 14,4% dos alunos tinham o conhecimento esperado para o 5º ano do ensino fundamental em 1999, número que passou para 36,3% em 2011, superando a meta de 35,4%. No 9º ano do ensino fundamental, o índice passou de 13,2% para 16,9%, além da meta de 25,4%. No 3º ano do ensino médio, no entanto, o percentual de estudantes com a aprendizagem esperada em matemática caiu de 11,9% em 1999 para 10,3% em 2011, abaixo da meta de 19,6%.
Maria destaca que muitos conteúdos ensinados estão distantes da realidade dos estudantes. "Seria bom se mudasse mesmo. A gente também procura ressaltar esse aspecto da praticidade, do uso da matemática nas coisas cotidianas. Hoje em dia, o ensino médio está voltado, praticamente, apenas para o Enem e para o vestibular, não é?".
O curso do Impa será ministrado entre os dias 13 e 17 de janeiro. Foram oferecidas 150 vagas para professores no estado do Rio de Janeiro e entre 40 e 100 vagas para os centros multiplicadores nas universidades de todos os estados, que transmitem as aulas ao vivo, via internet. As inscrições podem ser feitas pela internet, em página do Impa.
Edição: Davi Oliveira
Todo o conteúdo deste site está publicado sob a Licença Creative Commons Atribuição 3.0 Brasil. Para reproduzir as matérias, é necessário apenas dar crédito à Agência Brasil



You are receiving this email because you subscribed to this feed at https://blogtrottr.com

If you no longer wish to receive these emails, you can unsubscribe here:
https://blogtrottr.com/unsubscribe/95K/xZcYkX

OAB divulga desempenho das faculdades de direito no exame da Ordem

Educação



OAB divulga desempenho das faculdades de direito no exame da Ordem
http://agenciabrasil.ebc.com.br/noticia/2013-10-29/oab-divulga-desempenho-das-faculdades-de-direito-no-exame-da-ordem
Oct 29th 2013, 17:55

Da Agência Brasil
Brasília – O Conselho Federal da Ordem dos Advogados do Brasil (OAB) divulgou hoje (29) o desempenho das instituições de ensino superior no exame da OAB, realizado no primeiro semestre deste ano. A lista das faculdades pode ser conferida na internet. A aprovação no exame da Ordem garante ao candidato o direito de exercer a profissão de advogado.
De acordo com o Conselho Federal, 120.944 candidatos fizeram a primeira fase do exame e 33.954 foram aprovados na segunda fase. O exame apresentou 28,07% de aprovação. Até o final de outubro serão divulgados os resultados das instituições de ensino superior por área.
Pela análise da OAB, a lista não revela surpresa, pois as instituições que mais aprovam são, em sua maioria, as mesmas que tiveram bom desempenho no Exame Nacional de Desempenho de Estudantes, divulgado no começo do mês, no qual 33% dos cursos obtiveram avaliação 1 ou 2, em uma escala de 1 a 5.
A taxa de aprovação do exame mais recente foi superior à edição anterior, quando, dos 114.763 candidatos que prestaram a prova 11.820 foram aprovados, 10,3%. No início do ano, a OAB e o Ministério da Educação firmaram acordo para fazer novas regras para o ensino do direito.


Edição: Beto Coura

Todo o conteúdo deste site está publicado sob a Licença Creative Commons Atribuição 3.0 Brasil. Para reproduzir as matérias é necessário apenas dar crédito à Agência Brasil



You are receiving this email because you subscribed to this feed at https://blogtrottr.com

If you no longer wish to receive these emails, you can unsubscribe here:
https://blogtrottr.com/unsubscribe/95K/xZcYkX

Estudantes do Rio retornam às escolas após quase três meses sem aulas

Educação



Estudantes do Rio retornam às escolas após quase três meses sem aulas
http://agenciabrasil.ebc.com.br/galeria/2013-10-29/estudantes-do-rio-retornam-escolas-apos-quase-tres-meses-sem-aulas
Oct 29th 2013, 14:07





You are receiving this email because you subscribed to this feed at https://blogtrottr.com

If you no longer wish to receive these emails, you can unsubscribe here:
https://blogtrottr.com/unsubscribe/95K/xZcYkX

Estudantes do Rio retornam às escolas após quase três meses sem aulas

Educação



Estudantes do Rio retornam às escolas após quase três meses sem aulas
http://agenciabrasil.ebc.com.br/noticia/2013-10-29/estudantes-do-rio-retornam-escolas-apos-quase-tres-meses-sem-aulas
Oct 29th 2013, 12:40

Da Agência Brasil
Rio de Janeiro – Após mais de dois meses de greve dos profissionais de educação, os estudantes da rede municipal de ensino voltaram às aulas na manhã de hoje (29). Os professores municipais do Rio entraram em greve no dia 8 de agosto. O Sindicato Estadual dos Profissionais de Educação (Sepe) informou que a adesão da greve variou de 70% a 80% nas 1.075 escolas do município.
A auxiliar de serviços gerais Tatiana Alves, de 32 anos, disse que por causa da greve dos professores, os dois filhos ficavam com vizinhos quando saía para o trabalho. "Eu deixava meus filhos com os vizinhos para poder trabalhar. Às vezes, eu até conseguia levar [as crianças] para o meu serviço, mas era difícil. Eu ficava acompanhando a greve pela televisão, esperando acabar".
Tatiana Alves acrescentou que o horário normal dos filhos nas escolas municipais, no centro da capital fluminense, é das 7h às 12h, mas eles terão aulas até as 16h como reforço escolar. "Esticaram as aulas dos meus filhos. Eles estão saindo mais tarde do colégio. Falaram que é por causa de um reforço escolar para um provão que o colégio vai fazer para dar as notas".
A Secretaria Municipal de Educação (SME) informou, em nota, que cada escola afetada pela greve decidirá como as reposições acontecerão. Ainda segundo a SME poucas escolas deixaram os 674.312 alunos matriculados na rede sem aulas. "Poderão ser utilizados, além do contraturno, a semana prevista para o período de recesso do mês de dezembro de 2013, os sábados e os dias em que não estejam previstas atividades regulares nas unidades escolares, horários vagos na grade escolar e também o mês de janeiro de 2014", diz a nota.
Edição: Marcos Chagas
Todo o conteúdo deste site está publicado sob a Licença Creative Commons Atribuição 3.0 Brasil. Para reproduzir as matérias é necessário apenas dar crédito à Agência Brasil





You are receiving this email because you subscribed to this feed at https://blogtrottr.com

If you no longer wish to receive these emails, you can unsubscribe here:
https://blogtrottr.com/unsubscribe/95K/xZcYkX

Estudantes da USP fazem novo bloqueio no portão principal do campus da Cidade Universitária

Educação



Estudantes da USP fazem novo bloqueio no portão principal do campus da Cidade Universitária
http://agenciabrasil.ebc.com.br/noticia/2013-10-29/estudantes-da-usp-fazem-novo-bloqueio-no-portao-principal-do-campus-da-cidade-universitaria
Oct 29th 2013, 08:50

Camila Maciel

Repórter da Agência Brasil
São Paulo - Estudantes da Universidade de São Paulo (USP) fecham na manhã de hoje (29) o Portão 1 do campus da Cidade Universitária, no bairro Butantã, na zona oeste da capital paulista. De acordo com a Polícia Militar, os portões 2 e 3 estão abertos e a situação no local é pacífica. Outro bloqueio foi feito pelos estudantes no dia 18 de outubro. Na ocasião, um motorista avançou sobre os manifestantes, mas ninguém se feriu.
Os manifestantes ocupam desde o dia 1º de outubro a reitoria da universidade. Eles reivindicam eleições diretas para reitor, votação paritária entre alunos, funcionários e professores e o fim da lista tríplice. Pelo sistema atual, o governador do estado escolhe o reitor a partir de uma lista com os três candidatos mais votados.
No último dia 21, estudantes e representantes da USP iniciaram negociações para desocupação pacífica do prédio. Decisão do desembargador José Luiz Germano, da 2ª Câmara de Direito Público do Tribunal de Justiça de São Paulo (TJSP), do dia 15 de outubro, concedeu prazo de 60 dias para os estudantes deixarem o local voluntariamente. "Esse tempo pode servir para que as partes negociem, dialoguem e cheguem a um entendimento, sob pena, aí sim, de ser feita a desocupação forçada", determinou o desembargador.
Edição: Talita Cavalcante
Todo o conteúdo deste site está publicado sob a Licença Creative Commons Atribuição 3.0 Brasil. Para reproduzir as matérias é necessário apenas dar crédito à Agência Brasil



You are receiving this email because you subscribed to this feed at https://blogtrottr.com

If you no longer wish to receive these emails, you can unsubscribe here:
https://blogtrottr.com/unsubscribe/95K/xZcYkX

Gasto com estudantes que faltaram no Enem é R$ 58 milhões, diz Inep

28 de outubro de 2013

Educação



Gasto com estudantes que faltaram no Enem é R$ 58 milhões, diz Inep
http://agenciabrasil.ebc.com.br/noticia/2013-10-28/gasto-com-estudantes-que-faltaram-no-enem-e-r-58-milhoes-diz-inep
Oct 28th 2013, 20:28



Mariana Tokarnia

Repórter da Agência Brasil
Brasília - Dos cerca de 7,1 milhões de candidatos que se inscreveram no Exame Nacional do Ensino Médio (Enem) de 2013, 5,05 milhões fizeram a prova nesse final de semana. O gasto com os cerca de 2 milhões que não compareceram à prova é aproximadamente R$ 58 milhões. O número corresponde a 58% do custo de R$ 49,86 por candidato. A porcentagem é estimada pelo presidente do Instituto Nacional de Estudos e Pesquisas Educacionais Anísio Teixeira (Inep), Luiz Claudio Costa.
Costa explica que custos com a correção da redação ou com o transporte são mantidos independentemente do número de candidatos que fazem o exame. Há desperdício com a impressão das provas e a contratação de pessoas para trabalhar no Enem. A taxa de abstenção tem se mantido ao longo dos últimos anos. No ano passado, o percentual dos alunos que não fizeram a prova foi 27,9% – dos 5,6 milhões inscritos, 4,17 milhões compareceram. No entanto, com o aumento do número de candidatos a cada ano, o número total de faltosos também aumenta, levando a mais gastos.
"Isso representa um custo para o país e estamos trabalhando para reduzi-lo", diz. Costa explica que possíveis medidas punitivas aos candidatos que não comparecerem à prova esbarram na lei. Se o candidato for de baixa renda não é possível cobrar a taxa de inscrição. No caso, do Enem, egressos do ensino médio em escola pública também não pagam. "Se o estudante não comparece a um exame e está dentro desse perfil, eu não posso cobrar dele a taxa no exame seguinte. Está na nossa pauta, estamos analisando para ter uma medida estruturante, mas essa medida exige alterações legais".
Independente do número de pessoas que não compareceu ao local de prova, o que é arrecadado com o exame não é o suficiente para pagá-lo. Neste ano, mais de 65% foram isentos da taxa de R$ 35. O ministro Aloizio Mercadante disse em diversas ocasiões que, ainda assim, o Enem é mais barato que vestibulares convencionais. Além disso, ele estima, que o exame leve a uma economia de R$ 5 milhões por instituição que adere ao Enem como forma de seleção.



Para Costa, o Enem consolidou-se no país como um exame de acesso ao ensino superior e políticas públicas, como intercâmbio acadêmico pelo Ciência sem Fronteiras, financiamento estudantil e acesso ao ensino técnico. "O Brasil decidiu que o Enem é importante. Vemos isso pelo número de inscrições maior a cada ano", diz. No ano passado e neste ano, não houve vazamentos de questões ou de gabaritos. Com mais segurança, o Inep volta-se para outras questões. "Temos que ter mais diálogo com o ensino médio, mais discussões pedagógicas, isso tem que ser feito para o Brasil caminhar cada vez mais".
O gabarito do Enem será publicado até o dia 30 no site do Inep. O resultado final deverá ser divulgado na primeira semana de janeiro. Somente no ano que vem, as escolas de ensino médio receberão os resultados do desempenho dos alunos. Segundo o presidente, até dezembro deste ano, os centros de ensino receberão os resultados de 2012.
"Isso é fundamental e faz parte do diálogo com as escolas. Elas vão ter todo o mapa dos estudantes em cada uma das áreas de conhecimento e na redação. Com o mapa, a escola vai ver as potencialidades e planejar uma intervenção pedagógica para melhorar o terceiro ano e fazer uma reflexão do ensino médio", diz Costa.
Edição: Fábio Massalli
Todo o conteúdo deste site está publicado sob a Licença Creative Commons Atribuição 3.0 Brasil. Para reproduzir as matérias é necessário apenas dar crédito à Agência Brasil



You are receiving this email because you subscribed to this feed at https://blogtrottr.com

If you no longer wish to receive these emails, you can unsubscribe here:
https://blogtrottr.com/unsubscribe/95K/xZcYkX

Menos de 10% dos médicos são aprovados na primeira fase do Revalida

Educação



Menos de 10% dos médicos são aprovados na primeira fase do Revalida
http://agenciabrasil.ebc.com.br/noticia/2013-10-28/menos-de-10-dos-medicos-sao-aprovados-na-primeira-fase-do-revalida
Oct 28th 2013, 19:06

Mariana Tokarnia

Repórter da Agência Brasil
Brasília - Menos de 10% dos candidatos foram aprovados na primeira fase do Exame Nacional de Revalidação de Diplomas Médicos Expedidos por Instituições de Educação Superior Estrangeiras (Revalida). O Instituto Nacional de Estudos e Pesquisas Educacionais Anísio Teixeira (Inep) divulgou hoje (28), o resultado da etapa na internet. Segundo a autarquia, 155 dos 1.595 médicos com diploma estrangeiro foram aprovados, 9,7% do total.
Os candidatos ainda terão que ser aprovados na segunda etapa do exame para ganhar o direito de atuar livremente no país. Eles devem pagar, até 4 de novembro, uma taxa de R$ 300. O Revalida é aplicado anualmente desde 2011 e tem a participação 37 instituições de educação superior públicas. Este ano, o exame ganhou destaque com o Programa Mais Médicos do governo federal. Até então, todo médico estrangeiro deveria ter o diploma revalidado. Pelo programa, no entanto, eles podem atuar apenas na atenção básica com registro provisório emitido pelo Ministério da Saúde.
Os candidatos que se submeteram ao Revalida fizeram as provas objetiva e discursiva em agosto. Na segunda etapa, eles serão avaliados quanto às habilidades clínicas. Entram na avaliação conteúdos e competências das cinco áreas de exercício profissional: cirurgia; medicina de família e comunidade; pediatria; ginecologia e obstetrícia; e clínica médica.
No final de setembro, o Inep alterou o calendário do Revalida. O resultado da primeira fase seria divulgado no dia 26 de setembro. A data da aplicação da seguda etapa foi adiada de 19 e 20 de outubro para 30 de novembro e 1º de dezembro. O resultado individual da segunda etapa será divulgado no dia 23 de dezembro.
O exame é conhecido pelo alto grau de dificuldade. No ano passado, o índice de aprovação variou entre 6,41% de aprovação entre estudantes bolivianos (o mais baixo) e 27,27% de aprovação entre os venezuelanos (o mais alto). Os brasileiros com diploma estrangeiro também são obrigados a fazer o exame para trabalhar no país – o índice de aprovação deles no ano passado alcançou 7,5%, inferior ao resultado de 2011 (7,89%).
Edição: Fábio Massalli
Todo o conteúdo deste site está publicado sob a Licença Creative Commons Atribuição 3.0 Brasil. Para reproduzir as matérias é necessário apenas dar crédito à Agência Brasil



You are receiving this email because you subscribed to this feed at https://blogtrottr.com

If you no longer wish to receive these emails, you can unsubscribe here:
https://blogtrottr.com/unsubscribe/95K/xZcYkX

Indústria pede educação para o mercado de trabalho

Educação



Indústria pede educação para o mercado de trabalho
http://agenciabrasil.ebc.com.br/noticia/2013-10-28/industria-pede-educacao-para-mercado-de-trabalho
Oct 28th 2013, 16:16

Ivan Richard

Repórter da Agência Brasil
Brasília – Além de dificuldade para preencher postos de trabalho por falta de mão de obra qualificada, as empresas encontram empecilhos para capacitar os profissionais, devido à baixa qualidade da educação básica. É o que revela pesquisa da Confederação Nacional da Indústria (CNI) com 1.761 empresas. A má-formação prejudica o setor, na avaliação de 41% das empresas.
"Se você pega um trabalhador que tem uma base ruim em matemática, português ou não terminou o ensino médio, isso afeta a capacidade de aprendizado", disse o gerente executivo da pesquisa, Renato da Fonseca, responsável pela Sondagem Especial – Falta de Trabalhador Qualificado na Indústria, divulgada hoje (28) pela CNI.
Para ele, o Brasil precisa rever seu modelo educacional e preparar o estudante para o mercado de trabalho. Segundo Fonseca, o ensino "universal", que privilegia o conhecimento fragmentado em várias áreas, não colabora com a preparação para o mercado de trabalho.
"É preciso investimento na qualidade [da educação], mas também na capacitação profissional. O Brasil tem capacitação muito baixa em comparação com outros países. Temos que pensar em uma mudança no sistema educacional, para focar em alguns aspectos da educação para o mundo do trabalho", frisou Fonseca.
Para o diretor de Educação e Tecnologia da CNI, Rafael Luccchesi, é preciso "repensar" a escola para que "dialogue melhor" com o mundo de trabalho. "Para o desenvolvimento econômico e sustentável, a sociedade precisa discutir a escola para que ela dialogue com a juventude. Precisamos de mais educação profissional. Precisamos fazer mais, com mais intensidade", pontuou.
Segundo ele, menos de 7% dos jovens brasileiros fazem educação profissional ao mesmo tempo que a educação regular. Em países desenvolvidos, o percentual é superior a 50%. Para Luccchesi, o Brasil precisa formar mais engenheiros, mas também investir na qualificação técnica.



Edição: Beto Coura

Todo o conteúdo deste site está publicado sob a Licença Creative Commons Atribuição 3.0 Brasil. Para reproduzir as matérias é necessário apenas dar crédito à Agência Brasil



You are receiving this email because you subscribed to this feed at https://blogtrottr.com

If you no longer wish to receive these emails, you can unsubscribe here:
https://blogtrottr.com/unsubscribe/95K/xZcYkX

Estudantes que fizeram o Enem aguardam gabarito

Educação



Estudantes que fizeram o Enem aguardam gabarito
http://agenciabrasil.ebc.com.br/noticia/2013-10-28/estudantes-que-fizeram-enem-aguardam-gabarito
Oct 28th 2013, 13:26

Yara Aquino

Repórter da Agência Brasil
Brasília – A expectativa dos estudantes, após as provas do Exame Nacional do Ensino Médio (Enem) no fim de semana, é pelo gabarito. Até quarta-feira (30), ele deverá ser divulgado na página do Instituto Nacional de Estudos e Pesquisas Educacionais Anísio Teixeira (Inep). Os candidatos só vão ter o resultado final do exame na primeira semana de janeiro, de acordo com estimativa do Ministério da Educação.
Para divulgar o resultado final é preciso concluir a correção das provas de redação e os corretores terão de avaliar os textos de cerca de 5 milhões de pessoas que fizeram o exame. Como no ano passado, os candidatos terão acesso ao espelho da correção apenas para fins pedagógicos.
O sistema de correção do Enem usa a metodologia da Teoria de Resposta ao Item (TRI). O valor de cada questão varia conforme o percentual de acertos e erros dos estudantes naquele item. Assim, um item que teve grande número de acertos será considerado fácil e, por essa razão, valerá menos pontos. Já o estudante que acertar uma questão com alto índice de erros ganhará mais pontos por aquele item.
No dia seguinte ao encerramento do exame, que foi aplicado no sábado (26) e domingo (27), estudantes ainda comentam o Enem nas redes sociais. Muitos avaliam que as provas foram difíceis e extensas. Sobre a redação, um dos itens que mais preocupa os candidatos, alguns consideraram o tema inesperado ou avaliaram que o assunto não era tão atual como se esperava. "Pensei em tantos temas como biodiesel, energia, espionagem dos Estados Unidos no Brasil... mas não!!! A Lei Seca", diz um candidato em uma página do Facebook que reúne inscritos no Enem.
Nos dois dias, os candidatos enfrentaram dez horas de prova. Nesse período, responderam a 180 questões e fizeram a redação.
Edição: Graça Adjuto
Todo o conteúdo deste site está publicado sob a Licença Creative Commons Atribuição 3.0 Brasil. Para reproduzir as matérias é necessário apenas dar crédito à Agência Brasil




You are receiving this email because you subscribed to this feed at https://blogtrottr.com

If you no longer wish to receive these emails, you can unsubscribe here:
https://blogtrottr.com/unsubscribe/95K/xZcYkX

Enem foi o tema mais comentado nas redes sociais no fim de semana

Educação



Enem foi o tema mais comentado nas redes sociais no fim de semana
http://agenciabrasil.ebc.com.br/noticia/2013-10-28/enem-foi-tema-mais-comentado-nas-redes-sociais-no-fim-de-semana
Oct 28th 2013, 06:33

Mariana Tokarnia

Repórter da Agência Brasil
Brasília - O Exame Nacional do Ensino Médio (Enem) permaneceu entre os tópicos mais comentados nas redes sociais no fim de semana. O uso das redes serviu para desclassificar candidatos que postaram fotos da folha de resposta ou da prova, para divulgar piadas. Os estudantes também denunciaram problemas como falta de luz e de infraestrutura nos locais de prova.
"E daí tu tá fazendo a prova do Enem e, do nada, falta luz... Foi inacreditável!", disse um usuário do Twitter. Em vídeo postado no Facebook, uma candidata reclama da falta de luz e da falta de estutura do local. "O ventilador estralava mais que o meu. Fazia tec tec tec. Quando faltou luz, eu agradeci, mas logo voltou o tec tec tec". Outro usuário do Twitter reclama do calor: "Duro é fazer Enem nesse calor e em uma sala em que nem ventilador há direito".
As postagens nas redes em horas indevidas, no local de prova, levaram à eliminação de 36 candidatos. Alguns postaram fotos do caderno de prova e do cartão de resposta, com legendas desejando boa sorte aos demais. Outros desafiavam o sistema de segurança do Ministério da Educação, duvidando que seriam retirados dos locais de prova. Alguns diziam não saber nada do conteúdo e pediam para ser eliminados.
Segundo o ministro da Educação, Aloizio Mercadante, apenas no Twitter, a pasta monitorou quase 2 milhões de publicações. "Hoje, as redes sociais são muito utilizadas pelo jovem que faz o Enem", disse à imprensa. Ele citou, em coletiva, uma publicação de usuário do Twitter que dizia que o Ministério da Educação tinha controle e iria punir os candidatos que fizessem postagens. O monitoramento não é novidade. Em 2012, 65 candidatos foram eliminados.
As punições estão previstas no edital do exame. Aparelhos eletrônicos são proibidos em locais de prova. O candidato deveria desligar o aparelho celular e colocar em um envelope lacrado, que deveria ser guardado embaixo da carteira. Segundo o MEC, o monitoramento continua e se for identificado novo caso, o candidato será desclassificado.
No Twitter, até quem não fez a prova divertiu-se com as publicações: "Achei minha diversão... Jogar #ENEM no instagram... Gente, é cada coisa", disse uma usuária. Foram criados pelo menos dois Tumblr com imagens do exame. Um deles: Partiu Enem, com as imagens de provas postadas por candidatos em 2013 e nos anos anteriores. Outro, Atrasei para o Enem, publica fotos de candidatos que não conseguiram chegar a tempo para o exame.
Foi pelo Twitter que o Instituto Nacional de Estudos e Pesquisas Educacionais Anísio Teixeira (Inep) divulgou o tema da redação, minutos após o início da prova. E também pelo microblog, a presidenta Dilma Rousseff desejou boa prova aos candidatos e, no domingo, agradeceu: "Agradeço às mais de 600 mil pessoas que trabalharam para fazer o sucesso do #Enem2013", disse, "E aos mais de 5 milhões de candidatos do #Enem2103. Agora vamos acompanhar as correções das provas", acrescentou.
O Enem 2013 recebeu número recorde de inscrições, mais de 7,1 milhões. Desses, mais de 5 milhões fizeram o exame. Foram dois dias de provas. No primeiro dia, em quatro horas e 30 minutos, os candidatos responderam a 90 questões de ciências humanas e suas tecnologias e de ciências da natureza. No segundo dia, além de 180 questões de linguagens, códigos e suas tecnologias e matemática e suas tecnologias, os candidatos fizeram uma redação. O gabarito será divulgado no site do Inep na quarta-feira (30). O resultado final sairá no início de janeiro.
Edição: Graça Adjuto
Todo o conteúdo deste site está publicado sob a Licença Creative Commons Atribuição 3.0 Brasil. Para reproduzir as matérias é necessário apenas dar crédito à Agência Brasil



You are receiving this email because you subscribed to this feed at https://blogtrottr.com

If you no longer wish to receive these emails, you can unsubscribe here:
https://blogtrottr.com/unsubscribe/95K/xZcYkX

Ministro diz que grafia de gasolina em charge na prova do Enem respeitou época do texto

27 de outubro de 2013

Educação



Ministro diz que grafia de gasolina em charge na prova do Enem respeitou época do texto
http://agenciabrasil.ebc.com.br/noticia/2013-10-27/ministro-diz-que-grafia-de-gasolina-em-charge-na-prova-do-enem-respeitou-epoca-do-texto
Oct 27th 2013, 21:15


Mariana Tokarnia

Repórter da Agência Brasil
Brasília - Em coletiva com a imprensa, hoje (27), o ministro da Educação, Aloizio Mercadante, comentou a questão da prova do Exame Nacional do Ensino Médio (Enem) de ontem (27), na qual aparece uma charge em que a palavra gasolina é grafada com a letra z. Segundo o ministro, na prova, a charge aparece grafada da maneira como foi escrita na época, na década de 60.
A questão trata de uma charge que ironiza a política desenvolvimentista do governo de Juscelino Kubitschek. Na charge, o então presidente aparece conversando com um personagem chamado Jeca. O diálogo é o seguinte:
"JK - Você agora tem automóvel brasileiro, para correr em estradas pavimentadas com asfalto brasileiro, com gazolina brasileira. Que mais quer?
JECA - Um prato de feijão brasileiro, seu doutô".
O texto é de autoria do chargista Théo e foi retirado do livro Uma História do Brasil Através da Caricatura (1840-2001).
"A charge é de 1960 e contextualiza o tema da época", disse. Perguntado se o Ministério da Educação não deveria ter grafado da maneira correta para os dias de hoje, ele diz que isso é um debate pedagógico que deve ser incentivado.
Outra questão que chamou a atenção de professores, como o especialista em Enem e presidente de honra do Cursinho Henfil de São Paulo, Mateus Prado, é também da prova de ontem. A questão é sobre um experimento, segundo ele, famoso na biologia, do médico Willian Harvey. A mesma gravura sobre o experimento com a circulação humana foi usada na prova de biologia da segunda fase da Fuvest, em 2007.
O texto das questões dos dois exames não é semelhante, mas segundo o professor, o conteúdo sim. Ele diz que a chance de os estudantes a conhecerem é grande: "Temos ela na nossa apostila de exercícios", diz Prado. Ele acredita que aqueles que não a conhecem podem ter tido uma certa desvantagem.
O Enem foi aplicado neste final de semana a mais de 5 milhões de candidatos em 1.161 cidades. Foram mais de 16 mil locais de prova e cerca de 648 mil trabalhando para a execução do exame.
Edição: Davi Oliveira
Todo o conteúdo deste site está publicado sob a Licença Creative Commons Atribuição 3.0 Brasil. Para reproduzir as matérias, é necessário apenas dar crédito à Agência Brasil



You are receiving this email because you subscribed to this feed at https://blogtrottr.com

If you no longer wish to receive these emails, you can unsubscribe here:
https://blogtrottr.com/unsubscribe/95K/xZcYkX

Enem 2013 termina sem registro de vazamentos e com 36 candidatos eliminados

Educação



Enem 2013 termina sem registro de vazamentos e com 36 candidatos eliminados
http://agenciabrasil.ebc.com.br/noticia/2013-10-27/enem-2013-termina-sem-registro-de-vazamentos-e-com-36-candidatos-eliminados
Oct 27th 2013, 20:25


Mariana Tokarnia

Repórter da Agência Brasil
Brasília – Dos mais de 7,1 milhões de candidatos inscritos no Exame Nacional do Ensino Médio (Enem), cerca de 29% não compareceram às provas. Segundo o ministro da Educação, Aloizio Mercadante, 5,05 milhões de candidatos fizeram o exame. Os dados são do segundo dia de prova e ainda podem ser revisados para cima. O resultado final da prova será divulgado na primeira semana de janeiro.
As abstenções, segundo Mercadante, têm se mantido constantes desde 2009, quando a taxa chegou a 37,7%. No ano passado, o percentual dos alunos que não fizeram a prova foi 27,9% – dos 5,6 milhões inscritos, 4,17 milhões compareceram. Este ano, número de participantes é recorde, 20% a mais que o de 2012. O crescimento, desde 2009, está em 95%.
Sobre a questão da segurança, o ministro destacou que não houve vazamento. "A segurança foi muito eficiente, não houve qualquer vazamento de qualquer informação, o que é central para garantir a isonomia dos estudantes."
O MEC informou que 12 candidatos foram eliminados neste domingo (27) por terem usado celulares no local da prova. Eles postaram imagens da prova e do cartão de resposta nas redes sociais. Nos dois dias do Enem, 36 candidatos foram excluídos do exame por esse motivo. A pasta continuará monitorando as redes sociais por tempo indefinido.
O ministro também destacou alguns casos. Um deles é o do candidato Fernando Ximenes, de 26 anos, que morreu em um acidente no município mineiro de Varginha, quando estava a caminho da prova. Fernando estava em uma moto e foi atingido por uma carreta que vinha na contramão. Mercadante falou ainda sobre a estudante que deu à luz ontem (26) em Teresina. Segundo o ministro, a candidata passa bem, assim como a criança, que se chama Luna e pesa 3,5 quilos.
No total, havia 712 candidatas gestantes,, que poderiam entrar em trabalho de parto no local de prova. Neste domingo, uma gestante no Rio de Janeiro começou a sentir as contrações, mas quis ficar no local e terminar a prova, onde foi acompanhada por um especialista.
O ministro também mencionou as fortes chuvas no Rio de Janeiro e Rio Grande do Sul, além de casos de falta de energia em algumas localidades, fatos que, segundo ele, não prejudicaram a realização do exame.
Outro caso que chamou atenção foi o de um radialista da cidade mineira de Unaí, que tirou uma foto da prova no local do exame. De acordo com Mercadante, o objetivo do radialista era prejudicar o exame. Ele foi preso e pode ser enquadrado no Artigo 311-A do Código Penal.
O Enem foi realizado neste final de semana em 1.161 municípios. O gabarito será divulgado no dia 30 de outubro, na internet, no site do Inep.
Edição: Nádia Franco
Todo o conteúdo deste site está publicado sob a Licença Creative Commons Atribuição 3.0 Brasil. Para reproduzir as matérias é necessário apenas dar crédito à Agência Brasil



You are receiving this email because you subscribed to this feed at https://blogtrottr.com

If you no longer wish to receive these emails, you can unsubscribe here:
https://blogtrottr.com/unsubscribe/95K/xZcYkX

Especialista diz que tempo de prova do segundo dia do Enem é insuficiente

Educação



Especialista diz que tempo de prova do segundo dia do Enem é insuficiente
http://agenciabrasil.ebc.com.br/noticia/2013-10-27/especialista-diz-que-tempo-de-prova-do-segundo-dia-do-enem-e-insuficiente
Oct 27th 2013, 19:18


Mariana Tokarnia

Repórter da Agência Brasil
Brasília - O tempo de cinco horas e meia para que o candidato resolva as questões e escreva a redação no segundo dia de prova do Exame Nacional do Ensino Médio (Enem) é insuficiente, de acordo com análise do especialista e presidente de honra do Cursinho Henfil de São Paulo, Mateus Prado. Segundo ele, a prova tem 180 questões e a maioria exige muita leitura. "Não dá tempo do aluno bem preparado fazer tudo. Se fez a redação, teve que chutar alguma", diz.
As questões eram de linguagem, códigos, matemática e suas tecnologias. O tema da redação foi Efeitos da Implantação da Lei Seca no Brasil. O Enem abordou temas como Tropicalismo e novas tecnologias. Entre os itens foram citados artistas da música como Rita Lee, Noel Rosa, João de Barro, Dolores Duran, Ary Barroso, Lamartine Babo, Tom Jobim e Vinicius de Moraes. A questão, que trata do movimento musical da década de 1960, o Tropicalismo, segundo o professor exigia conhecimentos além dos que são dados em sala de aula.
Na prova há também, como ontem (26), questão sobre índios, que trata de comunidades tradicional, citando a obra As razões de Ser Guarani-Kaiowá, de Rafael Azzi. Parte da letra de Até quando? de Gabriel, o Pensador, também aparece, em questão sobre linguística.
Prado diz que a prova deste domingo, diferentemente da de ontem, manteve o padrão que vem sendo usado nos exames dos anos anteriores, com questões que exigem muita interpretação de texto. O nível também foi semelhante. Ele reforça que a prova de sábado foi mais difícil que a dos anos anteriores. Pela fórmula de cálculo das notas do Enem, que confere mais pontos a questões acertadas por menos candidatos, os estudantes que acertaram mais questões no sábado têm chances de ter uma nota melhor, estima.
Sobre a redação, ele diz que o tema é pertinente, mas que a forma como está enunciado induz o candidato a não apresentar uma proposta. Pelo edital do Enem, o candidato deve apresentar um argumento e uma proposição. Segundo ele, a tendência do aluno será listar os efeitos da Lei Seca, apenas. "O problema é o álcool no volante e a solução já é a própria lei. Acho que isso vai confundir os candidatos", diz.
As redações serão avaliadas de acordo com cinco competências: domínio da norma-padrão da língua escrita; compreensão da proposta da redação e aplicação de conceitos de diversas áreas do conhecimento para desenvolver o tema; capacidade de selecionar, relacionar, organizar e interpretar informações para defender um ponto de vista; conhecimento dos mecanismos linguísticos necessários para a construção da argumentação; e elaboração de proposta de intervenção ao problema abordado, respeitando os direitos humanos.
A estrutura deve ser dissertativo-argumentativa, ou seja, os candidatos devem expor argumentos relacionados ao tema da redação, elaborando-os de forma consistente e coerente. O número mínimo de linhas é oito e o máximo 30. As redações com sete linhas ou menos receberão nota zero.
O horário da prova do Enem encerrou-se às 18h30. Os candidatos começaram a fazer a prova às 13h, no horário de Brasília. A edição de 2013 teve número de inscrições recorde: mais de 7,1 milhões de estudantes. As provas foram aplicadas em 1.161 cidades e 16.355 locais de prova. Os gabaritos dos dois dias de provas serão divulgados até o dia 30, no endereço www.enem.inep.gov.br. O serviço de atendimento do Ministério da Educação também é feito pelo telefone 0800-616161.
Edição: Davi Oliveira
Todo o conteúdo deste site está publicado sob a Licença Creative Commons Atribuição 3.0 Brasil. Para reproduzir as matérias, é necessário apenas dar crédito à Agência Brasil



You are receiving this email because you subscribed to this feed at https://blogtrottr.com

If you no longer wish to receive these emails, you can unsubscribe here:
https://blogtrottr.com/unsubscribe/95K/xZcYkX

Mercadante e presidente do Inep fazem balanço do segundo dia do Enem

Educação



Mercadante e presidente do Inep fazem balanço do segundo dia do Enem
http://agenciabrasil.ebc.com.br/galeria/2013-10-27/mercadante-e-presidente-do-inep-fazem-balanco-do-segundo-dia-do-enem
Oct 27th 2013, 19:34

Brasília - O ministro da Educação, Aloizio Mercadante, faz balanço do segundo dia de provas do Enem

Brasília - O ministro da Educação, Aloizio Mercadante, faz balanço do segundo dia de provas do Enem

Brasília - O ministro da Educação, Aloizio Mercadante, e o presidente do Inep, Luiz Claudio da Costa, fazem balanço do segundo dia de provas do EnemBrasília - O ministro da Educação, Aloizio Mercadante, e o presidente do Inep, Luiz Claudio da Costa, fazem balanço do segundo dia de provas do EnemBrasília - O ministro da Educação, Aloizio Mercadante, e o presidente do Inep, Luiz Claudio da Costa, fazem balanço do segundo dia de provas do Enem



You are receiving this email because you subscribed to this feed at https://blogtrottr.com

If you no longer wish to receive these emails, you can unsubscribe here:
https://blogtrottr.com/unsubscribe/95K/xZcYkX

Candidatos elogiam tema da redação e se queixam do cansaço após maratona do Enem

Educação



Candidatos elogiam tema da redação e se queixam do cansaço após maratona do Enem
http://agenciabrasil.ebc.com.br/noticia/2013-10-27/candidatos-elogiam-tema-da-redacao-e-se-queixam-do-cansaco-apos-maratona-do-enem
Oct 27th 2013, 19:37


Akemi Nitahara, Aline Valcarenghi e Fernanda Cruz

Repórteres da Agência Brasil
Brasília, Rio de Janeiro e São Paulo - Terminado o segundo dia de provas do Enem, candidatos de São Paulo, de Brasília e do Rio de Janeiro se disseram surpresos com o tema da redação, a implantação da Lei Seca no Brasil. Apesar disso, muitos candidatos gostaram da proposta e disseram que se saíram bem. Também houve queixa de cansaço ao final da maratona de provas.
Em São Paulo, Natalia Rodrigues, 17 anos, que quer estudar comércio exterior, achou o tema da redação bastante fácil. "Eu escrevi sobre a consciência dos motoristas. Esse é um tema bem claro, que todo mundo está consciente".
Para Mariana Vigliotti, de 17 anos, matemática foi a matéria mais complicada do segundo dia. "O tema da redação estava fácil, porque, pelo que estava sendo proposto [em provas passadas], achei que seria mais complicado", disse a candidata, que pretende cursar nutrição.
Já Luiz Felipe Vieira dos Santos achou os dois dias de prova exaustivos. Ele comemora aniversário hoje, quando completa 19 anos, e disse que não conseguiu ainda festejar a data. "Foi bem chato. Tive que vir para cá, no frio, cansado, com sono. Não vejo a hora de descansar", disse o estudante, que pretende fazer um curso na área de informática.
Em Brasília, Mateus Oliveira concorda com Luiz Felipe. "Foram dois dias muito cansativos, principalmente hoje, que teve a redação. Ainda bem que o tema foi tranquilo", disse o estudante, que vai concorrer a uma vaga de ciências da computação.
Para Nathalie Castro, de 17 anos, o Enem cobrou tudo o que foi dado no colégio onde faz o terceiro ano. Apesar de ter achado vago o tema da redação, a candidata a uma vaga no curso de arquitetura acredita que foi bem. "Falei os prós e os contras da Lei Seca, baseada nos dados que eles deram no enunciado".
Já Juliana Passamonte, de 19 anos, está fazendo o primeiro Enem para concorrer a uma vaga na área de tecnologia da informação. Ela fez a prova no Rio de Janeiro e achou difícil. "Eu estava revisando algumas provas de anos anteriores e achei bem mais complicada, mas teve temas também sobre tecnologia, internet, essas coisas. Sobre Lei Seca, na escola a gente discutiu e teve muita informação sobre vários temas, mas não pensou muito na Lei Seca".
Já o operador de caldeira, Jorge Paulino, de 47 anos, está tentando retomar os estudos por meio do Enem. Apesar de não ter estudado muito, ele conta que lê bastante para se manter atualizado.
"Eu quero fazer história, minha pretensão é me aposentar e dar aulas, e quando estiver mais folgado retornar ao curso de direito, que é meu sonho. Acredito que, para quem esteja estudando, não foi difícil não, eu não achei dificuldade, embora não tenha estudado com afinco. O tema da redação foi bem atual, está na nossa vida constante", avaliou.
De acordo com o Ministério da Educação, os gabaritos oficiais serão divulgados até quarta-feira (30).
Edição: Davi Oliveira
Todo o conteúdo deste site está publicado sob a Licença Creative Commons Atribuição 3.0 Brasil. Para reproduzir as matérias, é necessário apenas dar crédito à Agência Brasil



You are receiving this email because you subscribed to this feed at https://blogtrottr.com

If you no longer wish to receive these emails, you can unsubscribe here:
https://blogtrottr.com/unsubscribe/95K/xZcYkX

Em Brasília e no Rio, alunos culpam demora dos ônibus pelos atrasos no Enem

Educação



Em Brasília e no Rio, alunos culpam demora dos ônibus pelos atrasos no Enem
http://agenciabrasil.ebc.com.br/noticia/2013-10-27/em-brasilia-e-no-rio-alunos-culpam-demora-dos-onibus-pelos-atrasos-no-enem
Oct 27th 2013, 16:55


Akemi Nitahara, Mariana Tokarnia, Aline Valcarenghi

Repórteres da Agência Brasil

Brasília e Rio de Janeiro – Candidatos ao Exame Nacional do Ensino Médico (Enem) culparam a demora dos ônibus pelo atraso na chegada ao local de prova neste domingo (27), segundo dia do teste. Em Brasília, no Colégio Marista João Paulo II, Emerson Alves dos Santos, de 18 anos, chegou cinco minutos depois que o portão foi fechado.
Emerson, que cursa o terceiro ano do ensino médio e mora em Samambaia, região administrativa do Distrito Federal distante cerca de 25 quilômetros de seu local de prova, na Asa Norte, conta que chegou à parada às 11h (uma hora antes da abertura dos portões) e esperou pelo ônibus durante uma hora e meia. Ontem (26), o ônibus passou cedo e ele conseguiu chegar na hora, fazendo o trajeto em 30 minutos, mas hoje, não. Emerson faria o Enem para entrar no ensino superior: ele quer cursar educação física ou fisioterapia. "Eu acho que eu fui bem na prova de ontem, mas agora é esperar o ano que vem."
Eliane Barbosa, de 22 anos, chegou um pouco mais atrasada do que Emerson. Ela mora em Ceilândia (DF), que fica a 26 quilômetros do local de prova, foi para a parada de ônibus às 9h30 e esperou até 11h30, quando decidiu ligar para o marido pedindo ajuda. Cleiton Pereira estava trabalhando, largou o serviço e levou a mulher de carro. Mesmo assim, não deu tempo. "Eu não sei por que perguntam na inscrição onde o candidato quer fazer a prova se é para colocar assim tão longe", disse Emerson, nervoso. Eliane usaria a nota do exame para concorrer a uma bolsa pelo Programa Universidade para Todos (ProUni) em uma faculdade particular.
No Rio de Janeiro, Ramon Eduardo chegou ao Colégio Pedro II, onde faria a prova, assim que os portões fecharam. Ramon, de 20 anos, disse que o ônibus demorou muito a passar.
"Eu moro em Olaria, demora uns 30 minutos, mas está tendo obra da Transcarioca perto da minha casa, foi por causa disso que me atrasei. O ônibus demorou uns 20 minutos, demorou muito. Ontem estava fácil, eu fui bem, mas por causa de um minuto, dois, não pude fazer a prova hoje".
No Enem do ano passado, ele conseguiu classificação para três faculdades, mas não para o curso que queria, de administração.



Para evitar esse transtorno, Natélia Ribeiro, de 17 anos, chegou à parada de ônibus às 9h. "Eu sei que nem sempre a gente pode confiar nos ônibus. Então, cheguei bem cedo para não ter problemas. É melhor chegar antes."
O ministro da Educação, Aloizio Mercadante, tem feito alertas frequentes aos estudantes sobre o horário e o local das provas. Todos os anos, muitos candidatos chegam atrasados e este é um dos motivos de eliminação do Enem.
Reginaldo Silva, que sempre vende balas, doces e canetas com as especificações dos editais em locais onde são aplicadas provas do Enem e de concursos diversos, disse que é muito comum ver as pessoas chorando por chegaram depois do fechamento dos portões. Ele ressaltou também que muitos candidatos deixam para comprar a caneta em cima da hora. "Se eles estudam o ano todo para a prova, deveriam lembrar que o exame exige um tipo específico de caneta. Eles vem desprevenidos, ou então sabem que estaremos aqui vendendo. Mas é claro que a gente vende mais caro", admitiu Reginaldo.
A edição de 2013 do Enem teve 7,1 milhões de inscrições, número recorde. As provas estão sendo aplicadas em 1.161 cidades em 16.355 locais. Hoje os alunos respondem a questões de linguagem, códigos, matemática e suas tecnologias e fazem a redação. A prova de ontem teve questões de ciências humanas (história, geografia, filosofia e sociologia) e de ciências da natureza (química, física e biologia). Os gabaritos dos dois dias de provas serão divulgados até o dia 30, no endereço www.enem.inep.gov.br.
O serviço de atendimento ao cidadão do Ministério da Educação funcionará no final de semana das 8h às 20h, pelo telefone 0800-616161.
Edição: Nádia Franco
Todo o conteúdo deste site está publicado sob a Licença Creative Commons Atribuição 3.0 Brasil. Para reproduzir as matérias é necessário apenas dar crédito à Agência Brasil



You are receiving this email because you subscribed to this feed at https://blogtrottr.com

If you no longer wish to receive these emails, you can unsubscribe here:
https://blogtrottr.com/unsubscribe/95K/xZcYkX

Candidatos que chegam cedo ao local de prova do Enem aproveitam para relaxar

Educação



Candidatos que chegam cedo ao local de prova do Enem aproveitam para relaxar
http://agenciabrasil.ebc.com.br/noticia/2013-10-27/candidatos-que-chegam-cedo-ao-local-de-prova-do-enem-aproveitam-para-relaxar
Oct 27th 2013, 15:43


Mariana Tokarnia e Aline Leal

Repórteres da Agência Brasil
Brasília - Nos colégios Marista, João Paulo II, La Salle e Sagrado Coração de Maria, na capital federal, os candidatos que chegaram ao menos uma hora antes do horário marcado para o início do Exame Nacional do Ensino Médio (Enem) aproveitaram para relaxar antes do início da avaliação.
Doca Oliveira, de 18 anos, fez ioga e trouxe um livro de crônicas de humor para se distrair. "Minha mãe diz para eu estudar, mas eu não consigo". Ele está fazendo o Enem porque cursa ciência da computação na Universidade de Brasília (UnB), mas quer trocar para educação física. Oliveira também aproveita para indicar a leitura para o amigo, Felipe Correia. Correia também está na UnB e faz a prova para participar do Programa Ciência sem Fronteiras.
Conversar com o amigo também é um jeito de ficar tranquilo, defendem Gabriel Clímaco e Gabriel Ianzer. Os dois têm 17 anos e estudam juntos. Ambos querem ingressar no ensino superior. "Gosto de chegar cedo", diz Clímaco. Eles aproveitam também para dar uma olhada em panfletos com dicas para a prova.
O professor Marcos Morris acompanha a entrada dos alunos. Para ele, ler algumas orientações antes do exame dá aos estudantes mais segurança. "É importante rever as regras da redação, lembrar que tem que distribuir bem o tempo de prova".
Para a estudante Monalisa Feitosa, de 18 anos, a presença da mãe é fundamental. "Todo o cuidado dela me deixa tranquila. Ela me traz lanche, frutas. Eu nem como, mas gosto dela aqui", diz. A tranquilidade da filha não é a mesma da mãe. A advogada Maciana dos Santos passou até na igreja para rezar pela filha. "Ontem, ela entrou e eu fiquei no local de prova por mais cinco minutos", diz Maciana.
O Ministério da Educação reforçou ontem (26) o pedido para que os candidatos chegassem ao local de prova com antecedência. Segundo a pasta, no primeiro dia de prova, 22 mil candidatos acessaram o local de prova pela internet, apenas uma hora antes do início da prova.
Fazer a prova acompanhada da filha é um estímulo para Márcia Rodrigues da Costa. Ela tem 52 anos, é aposentada, e decidiu voltar para a sala de aula. Quer cursar fonoaudiologia. A filha, Ana Clara da Costa Santos, tem 16 anos. Ela está fazendo o Enem para treinar. As duas se ajudam a cumprir o horário. Ana Clara, dormiu tarde, à 1h, mas às 10h estava de pé.
A mãe cuidou do almoço. Elas chegaram com antecedência ao local de prova. "Fiquei impressionada com o tanto de gente que chega em cima da hora. Ontem entrei na sala com uma hora de antecedência. E só tinham nove pessoas lá. Os candidatos começaram a chegar só uns 40 minutos depois, quase na hora da prova", disse Márcia.
A edição de 2013 do Enem teve número de inscrições recorde: mais de 7,1 milhões de estudantes. As provas estão sendo aplicadas em 1.161 cidades em 16.355 locais de prova. No Distrito Federal, são 315 locais.
Os gabaritos dos dois dias de provas serão divulgados até o dia 30, no endereço www.enem.inep.gov.br. O serviço de atendimento ao cidadão do Ministério da Educação funcionará no final de semana das 8h às 20h, pelo telefone 0800-616161.
Edição: Davi Oliveira
Todo o conteúdo deste site está publicado sob a Licença Creative Commons Atribuição 3.0 Brasil. Para reproduzir as matérias, é necessário apenas dar crédito à Agência Brasil



You are receiving this email because you subscribed to this feed at https://blogtrottr.com

If you no longer wish to receive these emails, you can unsubscribe here:
https://blogtrottr.com/unsubscribe/95K/xZcYkX

Professor diz que tema da redação é atual e foi bem escolhido

Educação



Professor diz que tema da redação é atual e foi bem escolhido
http://agenciabrasil.ebc.com.br/noticia/2013-10-27/professor-diz-que-tema-da-redacao-e-atual-e-foi-bem-escolhido
Oct 27th 2013, 16:24

Mariana Tokarnia

Repórter da Agência Brasil
Brasília – O tema da redação do Exame Nacional do Ensino Médio (Enem) foi bem escolhido este ano. Para o professor Lúcio Manga, que dá aula de redação no Centro Educacional Charles Darwin e do Centro Educacional Leonardo da Vinci de Vitória (ES), o tema Efeitos da implantação da Lei Seca no Brasil é atual e teve destaque na mídia ao longo do ano. "O aluno que acompanhou os noticiários não terá problemas", disse o professor.
Manga lembrou que uma das críticas ao tema do ano passado, Movimento imigratório para o Brasil no século 20, foi justamente o fato de não ter ficado em evidência nos meios de comunicação.
A nova Lei Seca, sancionada pela presidenta Dilma Rousseff no final do ano passado, prevê punições mais rígidas para motoristas que forem pegos dirigindo alcoolizados. Além de ter o direito de dirigir suspenso por um ano, os motoristas flagrados terão de pagar multa de R$ 1.915,30. Manga disse que chegou a trabalhar o assunto em sala de aula com os alunos.
Pelas regras do Enem, os candidatos têm de desenvolver um texto dissertativo-argumentativo, ou seja, opinar sobre o assunto e propor uma solução. "O estudante pode abordar questões como problemas na fiscalização dos motoristas e a educação no trânsito", sugeriu o professor. Eles devem apresentar uma tese no primeiro parágrafo, "têm que defender um ponto de vista e ilustrar ao longo da redação por que isso acontece e quais as consequências disso na sociedade", explicou Manga.
Para ele, saber muitos dados de memória, como o número de carteiras apreendidas com base na lei, não vai definir a nota do candidato. "É importante prestar atenção na coletânea da prova: os textos do exame vão indicar o caminho que se deve percorrer. É preciso ler os textos e usá-los como base, sem copiá-los". Citar exemplos de casos ou de situações que ilustrem o texto também é positivo. "Valoriza o texto argumentativo."
Na prova de hoje (27), é preciso organizar o tempo para escrever a redação e responder a questões de linguagens, códigos e suas tecnologias e matemática e suas tecnologias. São cinco horas e meia para fazer todo o exame e preencher o cartão de resposta.
As redações serão avaliadas de acordo com cinco competências: domínio da norma-padrão da língua escrita; compreensão da proposta da redação e aplicação de conceitos de diversas áreas do conhecimento para desenvolver o tema; capacidade de selecionar, relacionar, organizar e interpretar informações para defender um ponto de vista; conhecimento dos mecanismos linguísticos necessários para construção da argumentação; e elaboração de proposta de intervenção ao problema abordado, respeitando os direitos humanos.
Todos os anos, a redação é alvo de disputas na Justiça, pois as notas não são passíveis de recurso. O Inep divulga o espelho da redação apenas para fins pedagógicos, para que o estudante saiba a nota que tirou em cada competência.
A edição de 2013 do Enem teve número de inscrições recorde: mais de 7,1 milhões de estudantes. As provas estão sendo aplicadas em 1.161 cidades em 16.355. No Distrito Federal, são 315 locais. Hoje as questões são de linguagem, códigos, matemática e suas tecnologias, além da redação. Os gabaritos dos dois dias de provas serão divulgados até o dia 30, no endereço www.enem.inep.gov.br.
O serviço de atendimento ao cidadão do Ministério da Educação funcionará no final de semana das 8h às 20h, pelo telefone 0800-616161.
Edição: Nádia Franco
Todo o conteúdo deste site está publicado sob a Licença Creative Commons Atribuição 3.0 Brasil. Para reproduzir as matérias é necessário apenas dar crédito à Agência Brasil



You are receiving this email because you subscribed to this feed at https://blogtrottr.com

If you no longer wish to receive these emails, you can unsubscribe here:
https://blogtrottr.com/unsubscribe/95K/xZcYkX

MEC registra mais casos de estudantes que publicaram imagens e textos em redes sociais

Educação



MEC registra mais casos de estudantes que publicaram imagens e textos em redes sociais
http://agenciabrasil.ebc.com.br/noticia/2013-10-27/mec-registra-mais-casos-de-estudantes-que-publicaram-imagens-e-textos-em-redes-sociais
Oct 27th 2013, 15:29

Mariana Tokarnia

Repórter da Agência Brasil
Brasília – O Ministério da Educação (MEC) informou, há pouco, que foram registrados hoje, (27), no segundo dia de prova do Exame Nacional do Ensino Médio (Enem), mais casos de estudantes que publicaram nas redes sociais fotos e comentários de dentro dos locais de prova. A postagem está sendo investigada, mas o MEC ainda não informou o número de candidatos eliminados. No primeiro dia, 24 estudantes foram desclassificados.
No Instagram, fotos que foram publicadas sábado (26) estão sendo replicadas. As fotos mostram supostas imagens do cartão de resposta e partes do caderno de prova. Há também novas imagens: "Quero ver alguém me eliminar haha #enem #boasortepramim", desafia uma usuária da rede social que publicou uma foto com supostos cartão de resposta e folha de rascunho.
Outro usuário publicou a foto de suposto trecho da prova com a legenda: "Ainn #nervoso chegou o momento que tanto esperei... me preparei o ano todo e hora de mostra para que vim!! Boa sorte a todos (menos pra quem vai fazer medicina rsrs) #enem #pronto #deusmeajude #foco #força".
Pelas regras do Enem, não é permitido o uso de eletrônicos no local de prova, nem postar fotos do exame.
Os portões abriram-se às 12h e o exame começou a ser aplicado às 13h, pelo horário de Brasília. Ao chegar à sala de aula, o candidato era orientado a colocar aparelhos eletrônicos, como celular e tablet, em um envelope lacrado, que tinha de ficar embaixo da carteira durante toda a prova. O celular tinha de ser desligado.
A edição de 2013 do Enem teve número de inscrições recorde: mais de 7,1 milhões de estudantes. As provas estão sendo aplicadas em 1.161 cidades em 16.355 locais. Neste domingo domingo, os candidatos respondem a questões de de linguagem, códigos, matemática e suas tecnologias e fazem a redação. Os gabaritos dos dois dias de provas serão divulgados até o dia 30, no endereço www.enem.inep.gov.br.
O serviço de atendimento ao cidadão do Ministério da Educação funcionará no final de semana das 8h às 20h, pelo telefone 0800-616161.

Edição: Nádia Franco
Todo o conteúdo deste site está publicado sob a Licença Creative Commons Atribuição 3.0 Brasil. Para reproduzir as matérias é necessário apenas dar crédito à Agência Brasil



You are receiving this email because you subscribed to this feed at https://blogtrottr.com

If you no longer wish to receive these emails, you can unsubscribe here:
https://blogtrottr.com/unsubscribe/95K/xZcYkX

Candidatos enfrentam chuva na chegada ao Enem em alguns pontos de São Paulo

Educação



Candidatos enfrentam chuva na chegada ao Enem em alguns pontos de São Paulo
http://agenciabrasil.ebc.com.br/noticia/2013-10-27/candidatos-enfrentam-chuva-na-chegada-ao-enem-em-alguns-pontos-de-sao-paulo
Oct 27th 2013, 16:05

Fernanda Cruz

Repórter da Agência Brasil
São Paulo – O segundo dia de provas do Exame Nacional do Ensino Médio (Enem) começou com chuva na região central da capital paulista. Na Universidade Paulista (Unip), campus da Avenida Vergueiro, a reportagem da Agência Brasil acompanhou a entrada dos estudantes. No local, seis candidatos que chegaram atrasados foram impedidos de fazer o exame.
Patrícia Gonzales chegou um minuto depois do fechamento dos portões, às 13 horas. Ela disse que a chuva reduziu a velocidade dos trens no metrô, o que fez com que ela se atrasasse. "Vim da Mooca [zona leste]. Vim correndo, estou até com falta de ar", lamentou a candidata, que pretendia cursar ciências contábeis.
Pedro Borequi, de 22 anos, também se atrasou para a prova. "Moro longe, próximo à região do ABC. Da outra vez que fiz a prova [do Enem], fiz lá". Ele contou que enfrentou trânsito no caminho, que fez utilizando dois ônibus e um trecho de metrô. "Até um velhinho caiu na hora de entrar no ônibus e o motorista teve que descer para ajudá-lo", disse.
Para o teste de hoje (27), que inclui redação, alguns candidatos se dedicaram de forma redobrada. Ramon Rocha Isla, 17 anos, quer passar em medicina. Ele disse que, para a redação, focou o estudo de gramática. Meu diferencial é a força de vontade, estudei bastante", contou o estudante, que sonha em ingressar na Universidade de São Paulo (USP) ou na Universidade Estadual de Campinas (Unicamp).
Natália Vasques de Lira, de 18 anos, apostou na leitura de temas atuais para embasar os argumentos que vai usar na redação. Ela pretende cursar arquitetura. Michele Bonafé, de 18 anos, interessado em uma vaga em química industrial ou engenharia química na Universidade Federal de São Paulo (Unifesp), também se preparou lendo bastante. "Acho que eu vou bem em redação, li muito e acho que vou conseguir tirar uma nota boa", disse ela.
Mateus Henrique Gonçalves Silva, 17 anos, também está confiante para fazer a redação. "Gosto de redação, sempre gostei de escrever, escrevo muito, acho que é meu ponto forte", disse. O jovem quer artes visuais na Universidade Federal do Rio de Janeiro (UFRJ).
Rafael Botelho Moreira, 16 anos, quer fazer engenharia química na Unifesp. Ele está no segundo ano do ensino médio, e faz a prova este ano como treineiro. "Queria ver como é a prova, para, o ano que vem, quando for fazer de verdade, estar preparado", contou.
Disputando entre os jovens estudantes, um candidato mais maduro tinha objetivos diferentes. Pedro Jorge de Andrade, 61 anos, faz o Enem para conseguir o certificado de conclusão do ensino médio. O taxista disse que quer mudar de profissão, e tornar-se corretor de imóveis, o que exige o nível médio de escolaridade. Ele disse que se preparou com a ajuda dos sobrinhos, que são professores.
Edição: Davi Oliveira
Todo o conteúdo deste site está publicado sob a Licença Creative Commons Atribuição 3.0 Brasil. Para reproduzir as matérias, é necessário apenas dar crédito à Agência Brasil



You are receiving this email because you subscribed to this feed at https://blogtrottr.com

If you no longer wish to receive these emails, you can unsubscribe here:
https://blogtrottr.com/unsubscribe/95K/xZcYkX

Treineiros fazem Enem pensando em antecipar entrada na universidade

Educação



Treineiros fazem Enem pensando em antecipar entrada na universidade
http://agenciabrasil.ebc.com.br/noticia/2013-10-27/treineiros-fazem-enem-pensando-em-antecipar-entrada-na-universidade
Oct 27th 2013, 14:39


Akemi Nitahara

Repórter da Agência Brasil
Rio de Janeiro - Antes de os portões fecharem no Colégio Pedro II de São Cristóvão, zona central do Rio de Janeiro, muitos estudantes aguardavam ansiosos pelo segundo dia de provas do Enem conversando sobre as dificuldades enfrentadas ontem. Treineiros, estudandes que fazem a prova apesar de não cursarem o último ano do ensino médio, estão participando da disputa acreditando que podem antecipar a entrada na universidade se tirarem boas notas.
Esse é o caso das estudantes Raira Juliana Oliveira Costa e Ana Paula Teotônio da Silva, as duas cursando o segundo ano do ensino médio. De acordo com elas, que pretendem estudar odontologia, existe a possibilidade de conseguir entrar na faculdade mesmo sem terminar o terceiro ano, fazendo uma prova de nivelamento na escola. "Vai que dá certo e a gente consegue passar? A escola pode passar uma prova de terceiro ano e a gente termina o ensino médio. Facilita, não é?".
Raira Juliana Oliveira Costa, de qualquer forma, também faz a prova como teste para o ano que vem. "Nas provas de ontem, as questões de química e física foram as mais difíceis para mim, agora em história, geografia, filosofia, foi tranquilo. Mas os textos estavam muito grandes, então a prova foi um pouco chata. Hoje, acho que vai ser mais tranquilo com português e matemática. Redação eu vou bem também".
A colega de Raira, Ana Paula Teotônio da Silva, estava mais confiante que a amiga com o desempenho do sábado, mas teme as provas deste domingo. "A prova de ontem não estava tão difícil como eu achava que poderia ser. Foi tranquilo, física e química [ciências da natureza] foi muito bom. Hoje estou muito nervosa, principalmente com a redação, porque a gente não sabe qual vai ser o tema".
Também fazendo a prova como teste, Pedro Naylor cursa o segundo ano e pretende fazer comunicação social ou ciências políticas. "Ontem, estava meio complicado, tinha umas questões de conhecimento geral e interpretação que estavam complicadas. Física e química [ciências da natureza] estava difícil também. Hoje tem a redação, que também é difícil, mas espero que seja mais tranquilo".
Concorrendo a uma vaga em universidade, Rage Coutro Curi faz o terceiro ano e mora na Ilha de Paquetá. Ele considerou a prova de ontem mais fácil do que a do ano passado, quando prestou o Enem como teste. "Tinha algumas questões complexas, mas estava mais fácil do que no ano passado. Esse ano, eu tenho mais conteúdo; no ano passado, estava no segundo ano e ainda não tinha estudado tudo. Hoje, espero que a redação seja de um tema mais conhecido".
Rage ainda não definiu o curso que pretende escolher. "Estou fazendo o Enem para ter uma nota e depois vou ver o que vou fazer na área de exatas".
Edição: Davi Oliveira
Todo o conteúdo deste site está publicado sob a Licença Creative Commons Atribuição 3.0 Brasil. Para reproduzir as matérias, é necessário apenas dar crédito à Agência Brasil



You are receiving this email because you subscribed to this feed at https://blogtrottr.com

If you no longer wish to receive these emails, you can unsubscribe here:
https://blogtrottr.com/unsubscribe/95K/xZcYkX

Tema de redação do Enem 2013 discute implantação da Lei Seca

Educação



Tema de redação do Enem 2013 discute implantação da Lei Seca
http://agenciabrasil.ebc.com.br/noticia/2013-10-27/tema-de-redacao-do-enem-2013-discute-implantacao-da-lei-seca
Oct 27th 2013, 13:31


Mariana Tokarnia

Repórter da Agência Brasil
Brasília - Efeitos da Implantação da Lei Seca no Brasil é o tema de redação apresentado neste domingo (27) aos estudantes que participam do Exame Nacional do Ensino Médio (Enem), conforme divulgado no início da tarde pelo Instituto Nacional de Estudos e Pesquisas Educacionais Anísio Teixeira (Inep). Hoje é o segundo dia de prova do exame e também o mais temido por muitos candidatos, justamente devido à elaboração da redação.
As provas começaram a ser aplicadas em todo o país às 13h, no horário de Brasília, e vão até as 18h30. Além da redação, os candidatos terão que responder a questões de linguagens, códigos e suas tecnologias e matemática e suas tecnologias. Os candidatos poderão deixar o local de prova a partir das 15h, mas o participante que esperar até 30 minutos antes do término poderá levar o caderno de questões para casa.
Alguns cuidados devem ser tomados pelo estudante hoje à tarde. As redações com sete linhas ou menos receberão nota zero. A estrutura deve ser dissertativo-argumentativa, ou seja, os candidatos devem expor argumentos relacionados ao tema da redação, elaborando-os de forma consistente e coerente.
A proposta de redação do Enem sempre vem acompanhada de textos que podem servir de motivação para que os candidatos elaborem seus próprios textos. No entanto, o estudante não deve se restringir às ideias ali apresentadas, copiar trechos ou torná-los parte de sua argumentação. Tais atitudes podem fazer com que o candidato perca pontos na avaliação de competências. Aquele que fizer qualquer brincadeira ou deboche vai tirar zero.
As redações serão avaliadas de acordo com cinco competências: domínio da norma-padrão da língua escrita; compreensão da proposta da redação e aplicação de conceitos de diversas áreas do conhecimento para desenvolver o tema; capacidade de selecionar, relacionar, organizar e interpretar informações para defender um ponto de vista; conhecimento dos mecanismos linguísticos necessários para a construção da argumentação; e elaboração de proposta de intervenção ao problema abordado, respeitando os direitos humanos.
Todos os anos, a redação é alvo de disputas na Justiça, pois as notas não são passíveis de recurso. O Inep divulga o espelho da redação apenas para fins pedagógicos, para que o estudante saiba a nota que tirou em cada competência.
Edição: Davi Oliveira
Todo o conteúdo deste site está publicado sob a Licença Creative Commons Atribuição 3.0 Brasil. Para reproduzir as matérias, é necessário apenas dar crédito à Agência Brasil



You are receiving this email because you subscribed to this feed at https://blogtrottr.com

If you no longer wish to receive these emails, you can unsubscribe here:
https://blogtrottr.com/unsubscribe/95K/xZcYkX

Enem 2013 termina hoje

Educação



Enem 2013 termina hoje
http://agenciabrasil.ebc.com.br/galeria/2013-10-27/enem-2013-termina-hoje
Oct 27th 2013, 13:48

Brasília - Hoje é o segundo dia de prova do Exame Nacional do Ensino Médio (Enem), as provas começaram a ser aplicadas em todo o país às 13h, no horário de Brasília, e vão até as 18h30Brasília - Hoje é o segundo dia de prova do Exame Nacional do Ensino Médio (Enem), as provas começaram a ser aplicadas em todo o país às 13h, no horário de Brasília, e vão até as 18h30Brasília - Hoje é o segundo dia de prova do Exame Nacional do Ensino Médio (Enem), as provas começaram a ser aplicadas em todo o país às 13h, no horário de Brasília, e vão até as 18h30Brasília - Hoje é o segundo dia de prova do Exame Nacional do Ensino Médio (Enem), as provas começaram a ser aplicadas em todo o país às 13h, no horário de Brasília, e vão até as 18h30Brasília - Hoje é o segundo dia de prova do Exame Nacional do Ensino Médio (Enem), as provas começaram a ser aplicadas em todo o país às 13h, no horário de Brasília, e vão até as 18h30Brasília - Hoje é o segundo dia de prova do Exame Nacional do Ensino Médio (Enem), as provas começaram a ser aplicadas em todo o país às 13h, no horário de Brasília, e vão até as 18h30



You are receiving this email because you subscribed to this feed at https://blogtrottr.com

If you no longer wish to receive these emails, you can unsubscribe here:
https://blogtrottr.com/unsubscribe/95K/xZcYkX

Estudantes têm tem uma hora a mais e redação no segundo dia do Enem

Educação



Estudantes têm tem uma hora a mais e redação no segundo dia do Enem
http://agenciabrasil.ebc.com.br/noticia/2013-10-27/estudantes-tem-tem-uma-hora-mais-e-redacao-no-segundo-dia-do-enem
Oct 27th 2013, 10:07


Mariana Tokarnia*

Repórter da Agência Brasil
Brasília – O segundo dia da prova do Exame Nacional do Ensino Médio (Enem) causa tensão em muitos estudantes. Isso porque, além de responder às questões de linguagem, códigos, matemática e suas tecnologias, o candidato terá de fazer uma redação. O tempo da prova será estendido para cinco horas e meia de duração, uma a mais que o de ontem (26). O horário de entrada é o mesmo: às 12h, abrem-se os portões que, pontualmente, são fechados às 13h.
Para não perder a prova e ter tempo de se organizar, a recomendação do Ministério da Educação (MEC) é que o candidato esteja no local quando os portões forem abertos. Para fazer a prova, é preciso apresentar documento de identidade com foto e ter em mãos uma caneta preta, revestida com material transparente, para preencher o cartão de respostas. Antes de começar, o candidato deve conferir os dados pessoais na prova, no cartão de resposta e na lista de chamada. Se houver algum erro, deve ser comunicado ao fiscal.
Ir bem na redação depende do preparo do estudante, mas algumas regras devem ser seguidas para que ele consiga uma boa nota. O texto deve ter no mínimo oito e no máximo 30 linhas. As redações com sete linhas ou menos receberão nota zero. A estrutura deve ser dissertativo-argumentativa, ou seja, os candidatos devem expor argumentos relacionados ao tema da redação, elaborando-os de forma consistente e coerente.
A proposta de redação do Enem sempre vem acompanhada de textos que podem servir de motivação para que os candidatos elaborem seus próprios texto. No entanto, o estudante não deve se prender às ideias ali apresentadas, copiar trechos ou torná-los parte de sua argumentação. Tais atitudes podem fazer com que o candidato perca pontos na avaliação de competências. Aquele que fizer qualquer brincadeira ou deboche vai tirar zero.
As redações serão avaliadas de acordo com cinco competências: domínio da norma padrão da língua escrita; compreensão da proposta da redação e aplicação de conceitos de diversas áreas do conhecimento para desenvolver o tema; capacidade de selecionar, relacionar, organizar e interpretar informações para defender um ponto de vista; conhecimento dos mecanismos linguísticos necessários para a construção da argumentação; e elaboração de proposta de intervenção ao problema abordado, respeitando os direitos humanos.
Outro cuidado que o candidato deve ter é com o celular. Ao entrar no local de prova, o aparelho deve ser desligado e lacrado em envelope entregue pelo fiscal de sala. O envelope deverá ser guardado embaixo da carteira. Ontem (26), primeiro dia de prova, 24 candidatos foram desclassificados por postarem imagens do cartão de reposta em redes sociais. O MEC está monitorando as redes sociais em busca de publicações.
A edição de 2013 do Enem teve número de inscrições recorde: mais de 7,1 milhões de estudantes. As provas estão sendo aplicadas em 1.161 cidades.
Segundo o MEC, o primeiro dia de prova teve "um excelente resultado". Em relação a chuvas e outros problemas naturais, a pasta monitora os locais com maior probabilidade de desastres. As regiões Sul e Sudeste estão entre eles. Ontem, com as chuvas, faltou luz em locais de prova na Região Sul, mas a aplicação do exame não foi prejudicada. A orientação para o segundo dia é que os candidatos dirijam-se ao local de prova indicado pelo Instituto Nacional de Estudos e Pesquisas Educacionais Anísio Teixeira (Inep) . Caso seja necessário, serão disponibilizados ônibus para transportar os estudantes para outros locais.
A primeira prova incluiu questões de ciências humanas (história, geografia, filosofia e sociologia) e de ciências da natureza (química, física e biologia).
Os gabaritos dos dois dias de provas serão divulgados até o dia 30, no endereço www.enem.inep.gov.br. O serviço de atendimento ao cidadão funcionará no final de semana das 8h às 20h, pelo telefone 0800-616161.
*Com informações do Portal EBC

Edição: Nádia Franco
Todo o conteúdo deste site está publicado sob a Licença Creative Commons Atribuição 3.0 Brasil. Para reproduzir as matérias é necessário apenas dar crédito à Agência Brasil



You are receiving this email because you subscribed to this feed at https://blogtrottr.com

If you no longer wish to receive these emails, you can unsubscribe here:
https://blogtrottr.com/unsubscribe/95K/xZcYkX


Explore o MAXX

Notícias
Nacional

Internacional
Finanças
Política
Justiça
Segundo Caderno
Esportes


Educação
Inovação

Serviços
Barra de Ferramentas

Buscador
Previsão do Tempo
Tradutor
Viagens

Entretenimento
Cultura

Famosos
MAXX FM
Música
Sobre Rodas
Stations (Busca Rádios)

Estilo de vida
Homem

Mulher

Chat
Amizade

Encontros
Livre
Paquera
Sexo (+ 18 anos)
Webmasters
Outras salas

Fale conosco
Atendimento Virtual
Avalie-nos
E-mail

Fone Fácil
Fórum
Reclame Aqui
Redes Sociais

Copyright 2008 - 2017 © Ouni - Todos os direitos reservados.
"O uso desse website significa que você aceita os Termos de Uso e a Política de Privacidade, em especial no que tange ao uso de cookies."

Informações Importantes | Política de Privacidade | Termos de Uso

Vá para o Ouni